Publicado em

Maconha roxa, vermelha e verde. Um guia das cores dos buds.

from: http://herb.co/2016/08/25/bud-colors/

Muito antes dos testes dos canabinoides, os tipos de Canabis eram avaliadas através do cheiro e sabor. O apelo maior vem do bud e perfume, claro. Mas o que realmente mexe com os apaixonados por esta erva são as cores. Nos países onde a Canabis é legalizada, 93% das compras são baseadas na cor e apelo visual. Aqui no Brasil é pegar o que tem e sair agradecendo, infelizmente.
Então, de onde vem aquelas cores maravilhosas dos buds?

Red-Green-and-Purple1THE SCIENCE OF COLOR

Algumas espécies de Canabis mudam suas cores quando florescem. Qual o segredo? Genética. Antocianinas são um grupo de cerca de 400 moléculas de pigmentos solúveis em água classificadas como flavonoides. Elas se mostram vermelhas, azuis ou roxas de acordo com seu PH.
Curiosamente, flavonoides são geralmente amarelos, do latim “flavus” , que significa amarelo. Também não têm nada a ver com sabor, sendo extremamente amargos.

Red-Green-and-Purple2O EFEITO OUTONO
Imagine as folhas de uma árvore no outono. Com a queda da temperatura elas mudam de verde para vermelho, laranja, amarelo ou ouro. A canabis não produz as cores até a última metade da floração, com algumas exceções. Quando o verde enfraquece, as cores surgem e brilham.

A temperatura dita uma regra vital, como a temperatura baixa inibe a produção de clorofila. Como você deve se lembrar, das aulas de ciências, clorofila é um componente essencial para a fotossíntese.
No caso da maconha, dependendo da espécie, algumas outras cores irão aparecer quando você reduz a temperatura e a quantidade de luz no grow, imitando a mudança de estação da natureza.

Red-Green-and-Purple3MACONHA ROXA E AZUL

As muitas espécies de canabis têm diferentes sabores, canabinoides e antocianinas, os pigmentos de moléculas solúveis em água. A variação que mais se destaca da cor da canabis é a roxa. Espécies de maconha como a Purple Urkle, Grandaddy Purple e muitas outras produzem facilmente este pigmento.

Muitas espécies tem tanto deste pigmento que nem é preciso baixar a temperatura para ver as mudanças, como a planta naturalmente perde clorofila até o fim da vida. Matizes roxas vêm a tona em ambientes mais neutros, azuis em ambientes com ph alto.

Red-Green-and-Purple4ESPÉCIES VERMELHAS E ROSAS

Buds e folhas vermelhas não são comuns de se ver. Para ervas verdadeiramente vermelhas, algumas espécies que carregam tons vermelhos dominantes como a Pink Flower Shaman, na foto acima, é preciso algum tempo procurando.

Você também pode “hackear” a planta para que ela apresente folhas e buds avermelhados reduzindo a quantidade de fósforo nos nutrientes, mas claro que esse não é um jeito legal.

Red-Green-and-Purple-replacementESPÉCIES AMARELAS E LARANJAS

Carotenoides dão a canabis as matizes cítricas do amarelo, ouro ou laranja. Para apresentar estas cores é preciso um ambiente mais alcalino, terra e água. Se esses pigmentos são predominantes na espécie da planta, eles naturalmente irão aparecer na floração. A cor laranja irá afetar mais os pelos e buds como a Olive Oyl. Kandy Skunk e alguns tipos da Alien OG. Espécies amarelas incluem a Wicked OG, Grapefruit e Lemon Kush, é claro.

Red-Green-and-Purple6BLACK CANABIS ou MACONHA PRETA

Existem algumas espécies raras de canabis que se tornam tão escuras que parecem pretas. A origem dessas maravilhas exóticas remonta à espécie vietnamita, I.E. Vietnamese Black. Todas as outras strains são híbridas, como a Black Willy e Black Tuna, que compartilham buds e folhas negras.

Além disso, espécies de maconha negra são notáveis por seu intenso efeito cerebral. Se você quer efeitos visuais, essa espécie é infalível. A aparência escura vem de uma abundância de todas as cores nas folhas. Com as altas temperaturas, o vermelho escuro e roxo são substituídos com vermelho brilhante e ouro, em alguns casos.

Red-Green-and-Purple7OUTROS JEITOS DE AUMENTAR AS CORES DOS BUDS

Antocianinas, moléculas de pigmento, podem estar presentes nós vacúolos das células dos tecidos das plantas, folhas e flores. Algumas vezes, elas estão presentes nos próprios tricomas. Elas também agem como atrativo para a polinização de abelhas e borboletas, enquanto engana e convence as pragas a não botar ovos em uma planta com cor estranha, por não parecer saudável.

Além do uso do PH e Temperatura, usar luz led com um espectro específico pode aumentar a produção desses pigmentos no tecido da planta. Eles servem como óculos de sol para as plantas, então eles aumentam quando estressadas com raios UV, produzindo mais cor na planta.

als-cannabisCOR Vs POTÊNCIA

Um engano comum é pensar que canabis de cores fortes são mais potentes. A verdade é que a cor não tem nada a ver com a potência, é apenas um apelo visual. No entanto, essas moléculas de pigmentos são conhecidas por agirem como um poderoso antioxidante e também com propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e neuro protetivas.

Então, enquanto a presença desses pigmentos não afetam a potência de canabinoides como o THC, eles podem dar um aspecto medicinal a algumas espécies de maconha.
Como podemos ver, o mundo da maconha legalizada é colorido, enquanto a proibição impõe o uso de uma erva deteriorada e de péssimo aspecto visual.