Publicado em

Maconha medicinal deixa você mais inteligente, confirma estudo.

Maconha medicinal

Novo estudo de Universidade de Harvard (fodona) mostra que a Maconha medicinal deixa você mais inteligente.

Nas últimas décadas, cientistas vem tentando descobrir se usar canabis por muito tempo causa dano no cérebro.
Muitas dessas pesquisas até agora mantiveram o foco no uso da canábis na adolescência e Q.I. na idade adulta. Agora, um estudo publicado no  Frontiers in Pharmacology conduzido pela universidade de Harvard, descobriu que a maconha medicinal, vulgo MACONHA, parece aumentar o conhecimento. (pega essa, tia).

O estudo piloto incluiu 24 participantes, que foram testados por um período de três meses. Infelizmente, apenas 11 participantes retornaram no final do período do teste. Todos os participantes eram pacientes com  autorização para uso da maconha medicinal, para tratar ansiedade, dor crônica, depressão e problemas com sono. Embora a maioria dos pacientes tivessem duas ou mais dessas doenças.

teste da cor
Após três meses de tratamento com a maconha medicinal, foram feitos dois testes diferentes. O primeiro é chamado de algo como ‘Teste da Cor da Palavra Stroop’ (meu inglês é médio), mas efeito Stroop em psicologia demonstra interferências no tempo de reação a uma tarefa. Esse teste avalia a habilidade de pensar, medindo quanto tempo leva pra uma pessoa dizer o nome da cor de uma palavra, que não corresponde com a cor escrita. Não entendi também, mas é tipo PRETO.

Os pacientes também fizeram um teste de criação de trilhas, onde tinham que conectar pontos numerados. Os pontos feitos nos três meses, foram comparados ao seu número inicial. Depois de uma sessão de terapia com a Canabis, o estudo descobriu que os pacientes foram mais rápidos em completar as tarefas. A quantidade de erros foi diminuindo com o passar das sessões.

Além disso, pacientes sentiram melhora em uma variedade de condições de saúde, incluindo sintomas relacionados ao sono e a saúde de uma forma geral.

Veio daqui: https://herb.co/2017/05/24/harvard-study-improves-cognition/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *